Ministro da Economia – Paulo Guedes (Foto: Agência Brasil)

O ministro Paulo Guedes, da Economia, diz não ter “a menor ideia” de quem fez o relatório sobre influenciadores da internet, dividido entre “detratores”, “neutros” e a favor. E diz que vai demitir quem encomendou o trabalho. “Sou um cara transparente, aberto. Nunca encomendaria algo para saber quem fala mal ou quem fala bem de mim”, diz o ministro Paulo Guedes. A informação foi revelada nesta terça-feira (1º) pelo jornalista e colunista do UOL Rubens Valente. De acordo com a publicação, a empresa BR+ Comunicação foi contratada pelo governo federal para orientar como devem ser tratados 81 jornalistas e formadores de opinião considerados influentes nas redes sociais. Intitulado “Mapa de influenciadores”, o levantamento analisou postagens do mês de maio de 2020 sobre o Ministério da Economia e o ministro Paulo Guedes. “Vivo tomando porrada e nem para reclamar”, diz ele, em tom humorado. “Quando vejo uma informação que acho equivocada, ligo direto para os jornalistas e converso”, afirma Guedes. Ele afirma reconhecer que o governo, na área econômica, “tem problemas. Nos comunicamos muito mal”. “Estamos fazendo coisas muito bacanas que não conseguimos comunicar. Isso é um problema. E há também narrativas politizadas. Mas eu jamais encomendaria uma lista como essa”, finaliza. *Ler mais.