Servidores protestam na sede da Prefeitura (Foto: Ubatã Notícias)

Servidores públicos da Prefeitura de Gongogi de diferentes categorias deflagraram greve nesta terça-feira (08) em virtude do atraso no pagamento dos salários de setembro, outubro e novembro e também da 1ª parcela do 13º salário.  A informação é do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Ipiaú e região do Vale Médio do Rio de Contas (SIMIP). Um grupo de servidores foi a sede da Prefeitura protestar contra os constantes atrasos e tentou contato com um representante da gestão municipal, mas não obteve êxito. Em nota, o Sindicato destacou que a gestão do prefeito Edvaldo dos Santos (PL), o Kaçulo, vem cometendo irregularidades contra os direitos dos servidores públicos e que o salário tem caráter alimentar. O Sindicato não informou quais as categorias paralisaram as atividades nesta terça e quantos servidores estão sendo prejudicados com os atrasos nos vencimentos. Um servidor público, sob a condição do anonimato, informou que a gestão Kaçulo fere o princípio da isonomia e só mantém o pagamento em dia dos apoiadores do gestor. O Ubatã Notícias tentou contato com a Prefeitura de Gongogi por meio telefônico, mas não obteve retorno. Em tempo, a greve dos servidores ocorre por prazo indeterminado. (Ubatã Notícias)