Depois de um ano ausente das organizações de competições de canoagem, o município de Ubatã, no sul da Bahia, realiza nos dias 30 de abril e 1ª de maio uma etapa do Campeonato Baiano de Canoagem Velocidade. A competição será organizada pela Associação Canoa Forte (ACF), recém-filiada à Federação Baiana de Canoagem (Febac) e à Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa).

Nesta etapa, com o apoio do Governo do Estado da Bahia, através da Superintendência dos Desportos (Sudesb/Setre)), a ACF fará no dia 30, à noite, no Plenário da Câmara de Vereadores duas palestras direcionadas aos canoístas de Ubatã, Ubaitaba, Itacaré e Itajuipe, cidades que participarão da competição. Uma palestra vai mostrar a importância social, cultural e econômica do rio de Contas e a outra vai tratar das políticas públicas da Superintendência de Desportos do Estado da Bahia (Sudesb) para o setor.

Segundo Wesley Faustino, coordenador do campeonato, além da busca de bons resultados pelos canoístas de Ubatã, o evento tem como foco também a inclusão social e a preservação ambiental. “Para os canoístas, o rio de Contas faz parte da vida deles. E é fundamental que eles tenham o maior cuidado com o rio”, frisou Wesley.

No domingo (1/05), os canoístas entram nas águas da raia do rio de Contas, na Fazenda Vapor, para mostrar porque estão entre os melhores do Brasil. “Estou muito feliz com a competição. Será uma grande oportunidade para mostrarmos nossa qualidade”, diz Mathias Oliveira, campeão baiano, brasileiro e sul-americano.

Redação Ubatã Notícias