A Prefeitura Municipal de Ubatã resolveu trocar a administração do Hospital Municipal. Saiu o antigo diretor, Washington, que teve a administração marcada pelo caos e pela constante falta de médicos.

Assume em seu lugar, Dionísio Mota. O novo administrador concedeu uma entrevista ontem (26) a uma emissora de rádio local. De acordo com Mota, ele trará vários projetos, mas não adiantou nenhum deles.

O fato curioso da entrevista é que o novo diretor disse que já foi investigado pela Polícia Federal, mas a acusação se tratava de uma calúnia e ele foi inocentado.

Resolver o problema da saúde ubatense é um dos maiores desejos da comunidade, pois faltam médicos, medicamentos e até os materiais mais básicos para o atendimento médico.

Redação Ubatã Notícias