Na última sexta-feira (29) o Portal Ubatã Notícias publicou uma matéria sobre a falta de transparência da Prefeitura quanto às licitações. Na oportunidade, Pascoal Vieira, dono da empresa Coart’s, denunciou que foi várias vezes a PMU e esta não disponibilizou o edital para que a sua empresa participasse da licitação. O empresário deve ir hoje ao Ministério Público para denunciar o absurdo.

A nossa redação apurou que não foi a primeira vez que a Prefeitura de Ubatã dificultou o acesso ao edital de empresas interessadas em participar de licitações. Em março, houve uma nova licitação para a contratação do serviço de coleta de lixo, algumas empresas tentaram participar, mas não conseguiram ter acesso ao edital. Uma delas confirmou a informação ao UN.

No caso específico da coleta de lixo, a Prefeitura reincidiu o contrato anterior no valor de quase R$ 140.000,00, e a mesma empresa – A MM – ganhou a licitação, mas dessa vez com um valor ainda maior, quase R$ 170.000,00. O UN continuará atento a abusos como este.

Redação Ubatã Notícias