Na última quinta-feira (28) os professores da Rede Municipal de Ensino paralisaram as atividades. A decisão foi tomada em assembleia, e teve como motivação, dentre outras coisas, a recusa do prefeito Edson Neves em atender os representantes da categoria.

A nossa redação tentou entrar em contato telefônico com a APLB e não obteve êxito. No entanto, é provável que uma nova assembleia seja marcada nos próximos dias para definir as medidas que serão adotados. Existe possibilidade de greve, embora este não seja o caminho mais provável.

Redação Ubatã Notícias