A Prefeitura Municipal de Ubatã não descontou no mês de abril a contribuição sindical de nenhum dos professores sindicalizados. Tal desconto tinha o aval da APLB e deveria ser repassado ao sindicato pela PMU.

Mensalmente, os professores municipais filiados ao sindicato contribuem com 1,5% de seus salários. A contribuição é utilizada pela APLB para fins diversos, como pagamento de contas, compra de material gráfico, divulgação etc.

– A Prefeitura não descontou dos professores filiados à APLB, e assim não repassou o dinheiro ao sindicato. Temos compromissos, e temos de honrá-los. Não entendemos a razão de a prefeitura não ter descontado a contribuição, – disse a diretora do APLB a nossa redação.

O valor mensal repassado pela PMU ao sindicato é de aproximadamente R$ 2.100,00. Como não houve desconto no salário dos filiados em abril, a APLB terá problemas para pagar as contas. A atitude da prefeitura seria uma retaliação às paralisações e ameaça de greve por parte do Sindicato?

Redação Ubatã Notícias