A droga foi encontrada em uma casa no município de Itapetinga


Uma operação da Polícia Civil dos municípios de Itapetinga e Macarani, no sudoeste baiano, apreendeu nesta quarta-feira (11) uma boa quantidade da nova droga óxi. A polícia baiana recolheu 81 papelotes e uma pedra da droga em uma residência na cidade de Itapetinga, e registrou a primeira apreensão oficial no estado.
O entorpecente, que é produzido através da pasta base da folha de coca, cal virgem e querosene, é mais devastadora que o crack e já se espalhou por dezenas de estados no Brasil. Ela é produzida na Bolívia e no Peru, e começou a entrar no país em 2005 pelo interior do Acre e, em pouco tempo, chegou a Rio Branco, onde atualmente há um número elevado de usuários, com 18 mortes só neste ano.
Fonte: Bahia Notícias