Os assaltantes fazem a festa em Ubatã desde ontem (18). Aproveitando o pouco policiamento e o movimento do comércio em razão da Micareta, os marginais têm promovido o terror na cidade.

Ontem (18) no final da tarde foi assaltado o Mercado Cesta da Economia. Hoje (19), por volta das 15h, um homem armado assaltou o Mercadinho Keila, no Bairro Relíquia. Não há ainda informações sobre a quantia que foi roubada.

Foi assaltada também hoje (19) a Farmácia Pró-Saúde. Um marginal conhecido como Juninho de Abílio roubou, portando arma de fogo, a quantia de R$ 330,00 de tal farmácia.

Após o assalto, o marginal se dirigiu à rua Beira Rio e depois foi “banhar-se” no Rio de Contas. A PM empreendeu diligências, mas não conseguiu prender o bandido.

Assaltos e furtos vêm aterrorizando a população ubatense há meses, mas o poder público acha que só é preciso segurança durante a micareta. Fazer o quê?

Nota da Redação

A Polícia Civil precisa empreender investigações consistentes que apontem os marginais que vêm aterrorizando a cidade. Já a PM, cabe o patrulhamento das ruas. O grande problema é o pequeno efetivo da polícia ubatense.

Redação Ubatã Notícias