Dia 25 de Maio foi a data oficial anunciada pela atual direção do Colégio Estadual de Ipiaú, para que seus alunos comemorassem o aniversário de 45 anos da escola, foram organizados, pelo grêmio estudantil, concursos de logomarcas e garota do colégio. E para surpresa daqueles que organizaram um evento para homenagear a escola, alunos e profissionais que fizeram parte da história da instituição, o diretor vetou a realização do evento de forma unilateral, sem obter opiniões nem mesmo dos professores da escola. A data passou sem nenhuma menção honrosa pelo momento histórico.

Mais isso pode ser modificado, como a negativa do evento frustrou a iniciativa dos estudantes, foi pesquisado um pouco mais sobre a abertura da escola, e fundamentado pelo livro “Ipiaú, Histórias de nossa História” pág. 187, o colégio foi inaugurado em outra data, em 05/09/1966 como GAMI (Ginásio Agrícola Municipal de Ipiaú), que tinha como diretor Edvaldo Santiago, coordenador Carlos Borges Júnior, como coordenadora Eva Pinheiro, Capitão Milton como vice-diretor, entre outros. Em 1968, o Ginásio foi estadualizado, e em 1974, implantado o ensino-médio.

Temos exemplo em Ipiaú mesmo, como o caso do Ginásio de Rio Novo que, com o passar dos anos, os momentos importantes não foram dadas as devidas importâncias resultando no esquecimento da entidade para a sociedade local e hoje o Ginásio encontra-se, segundo o Jornal A Tarde (Maio/2011), “alugado” para o Campus XXI da UNEB, resumindo à escola apenas a uma pequena sala.

Gremista anônimo