Atual estágio de obras. Empresa fiscalizadora será contratada em caráter emergencial


O governo estadual deverá anunciar, nestes próximos dias, a contratação de uma nova empresa para a fiscalização da Arena Fonte Nova. De acordo com a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), o processo foi feito em caráter emergencial e envolveu 19 corporações. Ainda segundo a Setre, o edital de licitação que definirá a fiscalizadora definitiva já está no processo final de elaboração.
“Todo este processo tem sido extremamente desafiador pelo caráter inovador da contratação da Parceria Público Privada (PPP). No entanto, confiamos no êxito deste projeto, pois tudo está sendo feito para que a nova arena seja gerida de forma profissional, visando garantir sua viabilidade econômica”, justificou o titular da pasta, Nilton Vasconcelos.
O secretário aproveitou também para comentar sobre a quantidade de “condicionantes” apresentadas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). “Neste caso da fiscalização, [a demanda do BNDES] implicou na revisão de procedimentos do processo licitatório que já estava em curso”, explicou. O trabalho era feito pelo consórcio Engeprol/Tecnosolo, que tinha contrato até a conclusão da terraplanagem, finalizada em dezembro de 2010.
Fonte: Bahia Notícias