CPI do lixo foi rejeitada por unanimidade

Em sessão realizada ontem (26), os vereadores da Câmara Municipal de Ubatã rejeitaram por unanimidade a instauração de uma CPI para investigar o alto valor cobrado pelo serviço de coleta de lixo. O requerimento de denúncia foi elaborado pelo vereador Hélder Pimentel.

O serviço de coleta de lixo de Ubatã custa hoje cerca de 170 mil reais mensais aos cofres públicos ubatenses. São usados em tal serviço um caminhão compactador e uma enchedeira. Os garis são pagos pela Prefeitura de Ubatã.

Muitos ubatenses compareceram à sessão

– A apresentação de uma denúncia não atesta que há irregularidades, mas ressalta a importância de que haja uma investigação. É uma oportunidade até de o prefeito se defender e mostrar que há lisura na administração, – disse o vereador Hélder.

Os vereadores Edizio Ferreira e Fernando Fernandes queriam vista no processo, mas os demais edis queriam logo a votação. A bancada governista, composta pelos vereadores Paulo Silva, Renan de Souza, Nilson Ribeiro, César Sales, FF, Durval Borges e Edízio Ferreira votou contra a da abertura da CPI.

Redação Ubatã Notícias