O governador Jaques Wagner admitiu, em entrevista à Rádio Metrópole nesta sexta-feira (27), que a evolução patrimonial do ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, “chama a atenção”. Em quatro anos, o valor dos bens teria crescido em 20 vezes, de acordo com reportagem do jornal Folha de S. Paulo. A declaração foi feita apenas quatro dias após o governador baiano se reunir com outros quatro chefes de Executivo estadual petistas para declarar apoio a Palocci.
Na mesma entrevista, Wagner considerou ainda que a divulgação das informações sobre o enriquecimento do homem-forte da presidente Dilma Rousseff “tumultuou o ambiente político” no país. “Se foi ganho dentro de um trabalho normal, é mérito dele, mas chama a atenção, em um ano de consultoria, ganhar R$ 20 milhões. Todo mundo se surpreende, porque é um rendimento muito grande. Chama a atenção”, comentou Wagner, que comanda o maior estado governado pelo PT.
Fonte: Bahia Notícias