A nossa redação apurou que a sessão que julgará a permanência de Edson Neves ou o retorno de Agilson Muniz acontecerá, sem dúvida, até o dia 21 de julho.

Nos próximos dias, o Tribunal Regional Eleitoral – TRE – deve publicar a data da sessão, visto que já foi publicada no sistema PUSH um pedido de inclusão de pauta do processo.

Qualquer que seja a decisão tomada pelos desembargadores, ainda caberá recurso.

Redação Ubatã Notícias