Em 5 meses este ano, já foram assassinadas 4 pessoas em Ubatã. Como a população ubatense é composta por 25.000 moradores, esta quantidade de assassinatos daria uma média de 38,4 assassinatos cometidos por ano para cada 100.000 habitantes.

A média nacional do ano passado foi de 25 assassinatos por 100 mil. Já a média em Itabuna ultrapassou a barreira de 73 assassinatos para cada 100 mil. A violência que se restringia aos grandes centros, chegou com força ao interior.

A população de Ubatã vive apavorada nos últimos anos, seja por medo de assaltos, seja por meio de assassinatos. É bem verdade que a maioria dos assassinatos cometidos este ano teve vínculo com o tráfico de drogas, mas uma hora a violência vai cobrar a fatura também das pessoas de bem.

Redação Ubatã Notícias