A reunião entre os representantes da Associação dos Professores Licenciados da Bahia – APLB – e o prefeito Edson Neves ainda não foi marcada. O sindicato pretende apresentar a pauta de reivindicações da categoria ao chefe do executivo municipal.

Durante toda a manhã de hoje (31) os representantes da APLB tentaram contato telefônico com o prefeito, mas não obtiveram sucesso. Amanhã tais representantes deverão tentar um novo contato.

O impasse entre a APLB e a Prefeitura de Ubatã já dura meses. Duas paralisações já foram realizadas este ano, mas até agora nada foi resolvido. Os professores ubatenses não recebem aumento salarial há mais de 3 anos.

Redação Ubatã Notícias