A sessão que definirá o retorno de Agilson Muniz ou a permanência de Edson Neves a frente do executivo municipal ainda não foi marcada. No entanto, tal fato deve ocorrer nos próximos dias.

A nossa redação apurou que o julgamento deve ocorrer, no máximo, até o dia 21 de julho. Enviaremos, mais uma vez, um correspondente a Salvador para acompanhar a sessão.

Redação Ubatã Notícias