Jackson Silva – Ex-delegado de Ubatã

O ex-delegado de Ubatã, Jackson Silva, continua preso na sede da a sede da 7ª Coorpin, em Ilhéus. Jackson foi preso junto com outras 16 pessoas, 13 das quais policiais civis e militares, e deve permanecer preso pelo prazo mínimo de 15 dias.

Jackson é acusado de comandar um grupo de roubo de cargas, formação de quadrilha, extermínio, corrupção e tráfico de drogas, além de amparo ao jogo do bicho em Camacan, no Sul da Bahia.

O ex-delegado trabalhou em Ubatã entre os anos de 2001 e 2003, na gestão do então prefeito Dai da Caixa.

Redação Ubatã Notícias