Jackson Silva – Ex-delegado de Ubatã

Na última terça-feira (31), o ex-delegado de Ubatã, Jackson Silva, mais 12 policiais e 3 empresários foram presos na Operação Esfinge. O grupo é casado de participar de esquema de extorsão, formação de quadrilha, receptação de cargas roubada e de veículos, bem como homicídios.

A promotora Ediene Louzado, do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e de Investigações Criminais (Gaeco), deverá prorrogar a prisão temporária do ex-delegado ubatense bem como dos demais suspeitos. O objetivo é evitar que o grupo fique foragido da Justiça.

Redação Ubatã Notícias