A Associação dos Professores Licenciados da Bahia – APLB – confirmou há pouco que todos os profissionais da educação da Rede Municipal de Ensino aderiram à greve hoje (13).

A paralisação das atividades se deu depois de o prefeito Edson Neves se negar, por meses, a atender os representantes do sindicato. A APLB promete manter a greve até que as suas reivindicações atendidas.

Os profissionais da educação estão indo à APLB e não às escolas para assinar o ponto. O sindicato está convocando os professores para irem à sessão da Câmara de Vereadores na próxima quinta-feira (16) para buscar parceria com o legislativo municipal.

Redação Ubatã Notícias