O senador Magno Malta (PR-ES) assumiu o compromisso de abandonar o mandato de senador caso seja aprovada a proposta que criminaliza a homofobia.
“Se o projeto de lei 122, que excita a criação de um terceiro sexo, for aprovado, com dignidade de cristão, renuncio do mandato de senador”, disse, em nota no seu site. Ele é presidente da “Frente Parlamentar em Defesa da Família Brasileira”. A proposta está sendo abraçada pela senadora Marta Suplicy (PT-SP), que reapresentou o projeto na atual legislatura. “A proposta já voltou morta e sepultada”, acredita o senador.
Fonte: Bahia Notícias