O Tribunal Regional Eleitoral – TRE – transferiu para sexta-feira (17) a sessão que julgará a permanência de Edson Neves ou o retorno de Agilson Muniz ao executivo municipal. Só os processos de Ubatã e Buerarema não foram julgados hoje (14).

O processo de Ubatã seria o vigésimo segundo a ser julgado. A demora no julgamento de quatro processos de Madre de Deus foi o motivo da transferência.

Na sexta-feira haverá uma continuação de pauta. Assim, o processo de Ubatã será o segundo a ser julgado, logo depois do de Buerarema. O UN enviará novamente um correspondente para acompanhar a sessão.

Redação Ubatã Notícias