Cássia Mascarenhas – Prefeita Interina

UN – Qual a razão do afastamento do prefeito Edson Neves e também Roberto Pazzy, vice-prefeito?

Prefeita Cássia – O prefeito Edson Neves foi afastado devido às improbidades administrativas, principalmente o não cumprimento do pagamento do duodécimo da Câmara, que segundo o artigo 29 da Constituição Federal, o executivo tem até o dia 20 de cada mês para depositar o dinheiro da Câmara. Já Roberto Pazzy por não residir no município.

UN – Em sua opinião, o apagão ocorrido ontem (21) foi uma ação criminosa?

Prefeita Cássia – Não podemos afirmar, mas há indícios que foi sim, pois viram o carro de um dos secretários do ex-prefeito atirando pedra num poste. Isso é crime federal, pois há dois hospitais que dependem dessa energia.

UN – Prefeita, vossa excelência tem consciência de que dois grandes desafios a esperam: a greve dos profissionais da educação e o atraso salarial da maioria dos servidores. Como resolver este problema?

Prefeita Cássia – Já enviamos um ofício para o Banco do Brasil e também para o Bradesco, e segunda-feira o recurso que tiver nas contas vamos utilizar para o pagamento dos funcionários.