De acordo com vereador, Justiça Federal bloqueou contas e bens de Jorge Fair

De acordo com o vereador Elmar Lopes, a Justiça Federal bloqueou as contas e os bens do prefeito de Ibirataia, Jorge Fair, e de todos os secretários citados no relatório da CGU que resultou na Operação Vassoura de Bruxa. A determinação do Justiça Federal é frutos de denúncias impetradas por políticos ibirataenses junto aos órgãos de controle dos gastos públicos.

Ainda de acordo com o vereador, o Ministério Público Federal move uma ação civil pública contra o prefeito e os secretários envolvidos, acusando-os de improbidade administrativa e de crime contra o erário. A Controladoria Geral da União, Tribunal de Justiça da Bahia e Ministério Público Federal também participam das investigações.

Conforme consta no Relatório da CGU, o prefeito e os secretários envolvidos são acusados, dentre outras coisas, de fazerem depósitos irregulares em suas contas pessoais. Parte dos depósitos, inclusive, são oriundos da verba do FUNDEB. É bom lembrar que o ex-prefeito de Ubatã, Dai da Caixa, também é investigado pela Operação Vassoura de Bruxa.

Redação Ubatã Notícias