Por Gilson Oliveira – Redator do Blog Tesouras Notícias

A palavra imbróglio geralmente é usada e conhecida mais no mundo jurídico, quando uma insegurança, confusão, indefinição, trapalhada e outros significados do tipo acontece não definindo uma situação.
Pois bem, transpondo para o campo político e especificamente na cidade vizinha de Ubatã as coisas por lá andam complicadas, onde a palavra imbróglio descamba para o lado político/jurídico.
É de se imaginar o grande problema vivido no município de Ubatã e pelos munícipes e, principalmente o quadro funcional, que cada semana surge uma expectativa que se de um lado é ruim pra uns, contudo, é bom para outros. Sim, e no geral? Será que o município, a coletividade, o comércio, etc, fica seguro com a situação atual? Na verdade são grupos políticos divergentes e que cada um torce para que a decisão dos órgãos jurisdicionais venha acontecer de modo favorável a beneficiar os seus correligionários, como diz no ditado popular: “cada um tentando puxar a brasa à sua sardinha”.
Enquanto isso, a comunidade sofre, multidão de problemas acontece no município e a corda só quebra para o lado mais fraco, o hipossuficiente padece horrores.
O gestor fica sem saber quais atitudes tomar, devido à insegurança causada pelo imbróglio, onde nada se define. O administrador com certeza fica impedido de fazer um investimento, uma obra ou qualquer compromisso, pois ele sabe que se de uma hora pra outra a decisão não lhes for favorável, o seu nome poderá ficar em jogo. Então, quem ganha com isso? acho que ninguém!
Será que uma despesa contraída pelo gestor atual, tipo um empenho global, com pagamentos fracionados, vindo outro gestor assumir o comando do município, sendo um adversário político ele iria assumir e honrar os compromissos do gestor anterior? Eis o “x” da questão!
Tenho certeza que a situação atual que passa os nossos irmãos e amigos ubatenses reflete em toda região.
De modo neutro, torcemos para que a justiça defina a situação e torcemos para que o imbróglio político/jurídico seja sanado e que com esta decisão a comunidade possa ter daqui pra frente um clima de paz, de tranqüilidade e segurança.