Prefeito disse que o tempo pesa contra reforma

Em discurso realizado esta semana, o prefeito Agilson Muniz afirmou que dificilmente a reforma do Estádio Municipal será realizada com a verba oriunda de uma emenda parlamenta viabilizada pela deputada Alice Portugal, verba esta equivalente a 487.500,00.

O prefeito disse, em discurso, que a demora para a entrega da certidão negativa de débito do INSS, FGTS, Receita Federal, Secretaria de Fazenda do Município e documento de posse do terreno em nome do município impedirá, certamente, a reforma do Estádio.

O prazo para o início das obras se expira em setembro. Como a Prefeitura não entregou sequer os documentos necessários, dificilmente o Miuzão, como é conhecido o Estádio Municipal, será reformado. A administração Edson Neves deixou de enviar os documentos para que o Estádio fosse reformado.

Redação Ubatã Notícias